quinta-feira, 6 de agosto de 2009

I'm here! (And I'll go again)

Voltei. Com montes de aventuras na memória, muitas pessoas novas que entraram no coração e dificilmente saem, e outras que apenas passaram mas causaram "mudanças" consideráveis.

Estas foram as minhas férias de sonho. Fui a todo lado, a muitos sítios que já sonhava à bastante tempo. Ainda não tinha referido, mas fiz um cruzeiro que me levou a sítios de sonho como Barcelona, Roma, Pompeia, Florença, Cartago, ou outras sítios interessantissimos para conhecer como o Mónaco ou Medina, Pisa ou Vaticano.

Para além disso ainda passei uma semana debaixo do Sol de Benidorm.

Venho aqui assegurar que não se esqueceram de mim. Por muito que as terras estrangeiras me tenham aliciado, You'll always find your way back home. And now I'm here.

Ah, mas vou agora para o Algarve
See u next week ;)

3 comentários:

RutePires disse...

bem, como nao da pra postar videos nao é? eu vou ter de por aqui a letra da musica qe te qeria enviar :$

Olho para tudo e tudo me faz chorar
Deixas-me mudo ja não posso mais falar
Sei que estás confusa mas isso é normal
Para mim és uma musa, alguém muito especial
Já não te vejo à um dia, para mim pareceu-me um mês
Já te disse o que sentia agora é a tua vez
Deixa-me voar, quero sair daqui, quero estar noutro lugar
Queria ter-te só a ti

Em ti estou seguro, onde daqui nao vou sair
Nem que atravesse o muro com o risco de cair
Não me largues mais, eu não te quero perder
Tens de voltar ao cais, que eu sem ti não sei viver
Já senti a planitude, não importa o que tinha feito
Eras a minha virtude, nunca foste o meu defeito
Digo-te o que sinto não pareces entender
É verdade eu não minto tenho mesmo que te ver

Refrão:
Leva-me contigo na palma da tua mão
Que eu já não consigo pisar mais este chão
Leva-me para longe, que eu não consigo andar
Quero estar contigo, o teu mundo é o meu lugar
Acabaram-se as palavras que saiam de ti
Estivesses onde estavas eu sentia-te em mim
Abraça-me uma vez e outra a seguir
Abraços ja são três, já te estou a sentir

Não te quero enganar, sentia-me tão bem
Quero-te olhar, eu sem ti não sou ninguém
Podes prender-me em ti, podes voltar a gostar
Diz-me o que é que fiz, que eu tento mudar
Não suporto ver-te assim sentes-te culpada
Ponho a culpa em mim acho que foste pressionada
Tenta perceber, não te sintas mal
Tenho que dizer que tudo em ti é especial
Uma página rasgada e arrancada pelo vento
Não penso em mais nada, não me sais do pensamento
Estás em todo lado, nas paredes e no mar
Não quero ficar parado, não te quero largar
Passa a noite e o dia, sem que os sinta passar
Tudo o que eu queria, era o tempo a parar
Ficava sozinho, talvez a pensar demais
Mas talvez é um caminho para atingir os meus ideais

Refrao (2x)

:') gosto muito de tiii

Helena (: disse...

Ainda bem q gostaste (:
Boas férias *

RutePires disse...

sorriso? arrancas-me sempre sempre um :')
Tambem quero muitos muitos teus !